21 março 2008

Giotto di Bondone


9 comentários:

Anónimo disse...

Soberbo.
Z.C.

art&tal disse...

sempre fresco e moderno

este nao tem tempo nem ruga

Anónimo disse...

Boa Páscoa.
Ao Fresco.
J.

Bandida disse...

magnífico!! e fresco de pele...

boa páscoa e um beijo.

Haddock disse...

pronto, e cá vai mais um desfile de elogios. o meu incluído.
mas...
sim, só para quebrar o maçador consenso...
a voz da meninda da tubagem é um bocadinho para o "vamos lá despachar esta coisa de que nem percebo nada"! é que fala da originalidade cromática do mestre como se estivessse a anunciar a próxima paragem do metro... digo eu. ora, haja emoção nesta antecâmera da ressurreição!!

abraço.

intruso disse...

...é isso,
sem rugas.

[quando era pequeno e me mostraram a origem dos nomes da marca de lápis giotto... fiquei a achar que usando-os seria capaz de desenhar/pintar uns anjos assim...]
(ingenuidade(s) dos 5 anos)


abraço

art&tal disse...

se tiveres tempo e vontade...

Anónimo disse...

Espero que a Páscoa tenha sido boa. Com e sem Bondone.
I.

Frioleiras disse...

adoro,
adoro, mesmo

Giotto............