12 janeiro 2010

Há-de ser isso e nada mais...


And the silken sad uncertain rustling of each purple curtain
Thrilled me—filled me with fantastic terrors never felt before;
So that now, to still the beating of my heart, I stood repeating,
“’Tis some visitor entreating entrance at my chamber door,
Some late visitor entreating entrance at my chamber door;
This it is, and nothing more.”

Gustave Doré, Ilustrações de "O Corvo" de Edgar Allan Poe

6 comentários:

Haddock disse...

who's afraid of the big bad wolf??

purita disse...

farewell

Anónimo disse...

...e nada mais?
J.

camila vardarac disse...

acreditar que isso, sendo menos do que nada mais, seja simples - forma de enganar o medo.

Haddock disse...

cá para mim, há-de ser "isto" e nada mais...

****-** o facebook, pá!! quer um gajo dizer umas imbecilidades e já não sabe onde...

Anónimo disse...

Olá

Hás-de ser tu e ninguém mais!
Z.C