28 setembro 2006

Agoramania IV














25 comentários:

2pintas disse...

estão espetaculares!:)
adorei... "montros com cérebros Humanos" ui ui se dá em ser moda aí é que os montros ficam montros! porque é normal os homens terem cérebro de montros! o inverso pode ser cruel!lol
Beijinhos:************************

amie disse...

é pena os erros!:)
weee, comment!

Frioleiras disse...

Porquê tudo tão triste, tão cruel, tão sem esperança ... porquê o nome "merdinhas" , porquê grafittis (não gosto, mesmo nada, de grafittis ...) porque ?

corpo visível disse...

.
pensei que a seguir à primeira foto vinham as paredes do instituto de medicina legal.
.
cortam em pedaços os cadáveres dos nossos entes queridos. predadores de sentimentos.
.

Lis disse...

Aqui estou «entertida» a ver o não «há» abolição...


O Porto está a ficar inundado de maus graffitis e isso ...enerva-me.
E os bons também não me agradam muito quando nos locais errados.

Anónimo disse...

Eu gosto de grafittis. Das paredes que falam mais nas cidades e das cidades.
J.

Lord of Erewhon disse...

Foz Coas do futuro? :)

João Luís disse...

Reflexos da cidade. Cada um melhor que o outro.

Naked Lunch disse...

boa

@ disse...

http://fixacaoproibida.blogspot.com/


vê este blog.vais gostar.aliás já deves conhecer.

coolme disse...

E em Lisboa quando é que fazes o mesmo?

intruso disse...

geniais... quase todos!

(também pelos erros... mas não só)


p.s.
(até o "eu... estou aqui")

[ t ] disse...

Esta é para mim a melhor sequência.

DIAFRAGMA disse...

Cada vez melhor.
Uma verdadeira antologia.

PMBC disse...

É, sem dúvida, uma forma de expressão.
Parabéns pela excelente recolha.

intruso disse...

Cérebros com monstros humanos....................


(gosto do sentido subversivo/proibido que têm, e porque são de "agora")

paperdoll disse...

corpo visível,

não é possível! eu ia dizer precisamente o mesmo!!

essa é uma frase que memorizei há anos e leio sempre.

também estava à espera de ver uma foto dessa frase, mas depois lembrei-me que está a desaparecer, agora mal se lê... a ver se vou lá retocá-la um dia!

holeart disse...

pois...
mais uma serie de paginas do meu livro in transit.

corpo visível disse...

.
faz isso, paperdoll.
.
reflexões destas não podem desaparecer. (risos)
.

Anónimo disse...

Um livro é que era M.

A. disse...

Sempre fortíssimo o que por
aqui vais deixando...por vezes doloroso e frio.Pedra.








Sim...por Tu.:)
Um abraço.Enorme.

Jazz Manel disse...

arte ou poluição?...Será que a poluição também pode ser arte??? Será que a arte também pode poluir?

intruso disse...

...uma poluição "gostável"

Anónimo disse...

Criar ...exprimir!!!


Mer onde andas ????

paperdoll disse...

por acaso acho que não deviam mesmo desaparecer...