13 abril 2006

Filme à Quinta: Os Pássaros (A. Hitchcock, EUA, 1963)



The Birds com argumento de Evan Hunter baseado na obra de Daphné du Maurier.


30 comentários:

COOLME disse...

Pássaros...e Hitch

M.M. disse...

Aqui estou, a muito custo.
Porra, aquele pássaro ali mesmo perto da cara dele, pá!
Depois não digas que não sou tua amiga. Chiça, só eu sei o que me custou vir aqui!
Gosto muito de todos os outros filmes dele. Este não. So sorry.
Face your fears, right? Um dia vou buscá-lo ao clube de vídeo. Ah, mas o som das asas a bater, o esvoaçar... aquelas patas fininhas...
Tenho de me ir embora.

macaso disse...

Bela escolha.

Atacar sem um motivo aparente...parece-me um bom mote para uma conversa.

Ou então a revolta dos mais fracos.

E que bela banda sonora!!!

Boa Páscoa

Jazzie disse...

As aves cá fora e o ser humano na gaiola...quem o diz é Hitchcock

Mendes Ferreira disse...

odeio...tenho medo....impressiona-me. desde sempre. melhor, tenho pavor!!!!!!!!!!



____________
____________


beijo.sem pássaros. (sorriso)

Handprint disse...

vêM ai a gripe das aves!!!!!!

amie disse...

uma pérola!:)
olá!

Anónimo disse...

Incerteza : a carta premiada que Hitchcock guarda na manga. Ao longo do filme, ele dá pistas sobre qual seria o real motivo da agressividade dos pássaros, mas nunca o diz . Hitchcock não coloca o usual The End na última cena. Na verdade, ele queria colocar The Birds para terminar o filme com a idéia de terror infinito, mas o estúdio não deixou.
Assim a cada um o seu fim...
Z.C

jose disse...

já vi, quando era jovem, e não gostei nada. mas como era jovem não conta. terei que o rever. é lógico.

inBluesY disse...

odiei este filme na altura ...

Mendes Ferreira disse...

e Ela lia Artaud.....:)




beijo.

Maria Pedro disse...

Vi... quantas vezes???
Continua a assombrar-me de cada vez.

BlogProwler disse...

Os Pássaros são uma abstracção do terror. Antecipação do "filme catástrofe" dos anos 70. Os Pássaros são a revolta do cenário: daquilo de que, normalmente, nem se toma consciência. Sendo, por aí, o jogo com um dos elementos materiais do cinema (como na pintura o são a tela, as tintas, as cores, a pincelada...). Autoreferencialidade, portanto. Estes Pássaros são o contrário do bucolismo burguês, como (entre outras coisas) poderá ser a Fountain de Duchamp. O pai de Hitchcock trabalhava do comércio aviário.

BlogProwler disse...

"O pai de Hitchcock trabalhava" no "comércio aviário".

Anónimo disse...

Que o Senhor é também ele uma ave rara é.

Anónimo disse...

Oiseaux, birds - e então a pássara? A boa da pássara?

Serafim Sardão

Anónimo disse...

A minha imaginação transporta-me para uma Bucetinha com asas cheia de vigor migratório pelo meu orgão...lingual e fálico. Adoro!!

Um abraço angélico,

Pirócaminha

spartakus disse...

há coisas assim. essenciais. b'dia e um abraço.

Naked Lunch disse...

a coisa tem uma fotografia espantosa. gosto da forma como o filme se desenvolve.

andei a ver abutres no fds

O Caso de Charles Dexter Ward disse...

Spooky!

Lobo Solitário disse...

Janela Indiscreta e os Pássaros. Dois must.

Mendes Ferreira disse...

não é por nada mas pf muda os pássaros????? please???




beijos.

Anónimo disse...

NADA DO MEU COMPUTER. SÓ DESTE ...
OS PASSAROS. MAGNIFICO FILME. VI ESTA TRETA UMA TRINTENA DE VEZES.

Maria Pedro disse...

Os meus uploads de vídeo nunca funcionam...

Anónimo disse...

nok! nok! nok! e....

de ferias?

Anónimo disse...

Onde é que andas?

Z.C.

colher de chá disse...

hitchcock aqui, que bom:)

clotilde disse...

Boa sugestão!
Gostei imenso do seu blog.

Bom fim de semana e um beijo

Mendes Ferreira disse...

beijo. mesmo que os pássaros ainda aqui me assombrem....


(espero que tudo esteja bem consigo. mesmo)

zazie disse...

essa agora, não conhecia esta maneira de colocar filmes online!