04 abril 2006

Música à Terça: Velvet Underground


14 comentários:

macaso disse...

Gosto muito desta tua escolha. Veludo onde o corpo se afunda.

holeart disse...

experiencia unica ...

consegui ouvir davis velvet. as duas coisas entraram ao mesmo tempo. uma mistura rara, fina. resulta mesmo.

Naked Lunch disse...

fantástico. uma das bandas que mais gosto. inventivas. verdadeiramente underground. a estética. os concertos marados com versões do Mr. Rain de 40 minutos... esse cd é muito bom, uma pérola (uma banana...).

ontem fizemos uma versão do sweet jane (os coty cream)... quando começarmos tem de nos ir ver tocar.

parece que andamos em sintonia, ultimamente.

grande abraço. grande banda.

Coolme disse...

Agrada-me a história que se conta....No início não eram muito conhecidos, venderam apenas 150 discos.
Cada um dos 150 compradores formou uma banda. Mais velvet ou mais underground.

pecola disse...

Só por me fazeres recordar Andy Warhol, cinco pontos para ti. :)

Jazzie disse...

Olha os banana

v
e
l
v
e
t
s

Gostei do filme e do link.

M.M. disse...

Bem apanhado no You Tube, este vídeo...
Ouviste a versão do "Venus in Furs" que tive a tocar no meu blog a semana passada? Para versão, não está nada mal.
Este álbum é uma daquelas relíquias que o meu pai tem autografado pelo Lou Reed e pelo John Cale, apesar de ter sido em anos completamente diferentes.
Banda fantástica.

Anónimo disse...

Um dos melhores primeiros discos de sempre, cá para o meu gosto. Vocês os bloguistas, porque é que não fazem uma lista dos primeiros melhores discos, primeiros melhores filmes (Paulo Rocha, Verdes Anos, reclamo-o já), etc.?
E a capa é a cultura de massas, "a mensagem é o medium": "peel slowly and see" - mas o quê? Não há nada para ver, toda a gente sabe como é uma banana. Nada por trás das superfícies brilhantes. É a Pop à Warhol.

BP

Jazz Manel disse...

É daqueles que devia ser obrigatório no ensino básico!...Eh eh...

Anónimo disse...

velvet underground. Boa!!!
Z.C.

Dra. Daniela Mann disse...

Muito giro!

corpo visível disse...

.
quando sterling morrison lhe apresentou o tema «femme fatale», nico explicou que se pronunciava «fame fatale» e não «feime feital». sterling respondeu que talvez se dissesse assim em francês mas que em americano se dizia «feime feital» e que ou ela cantava assim ou não cantava de todo. (respigado ao pedro mexia)
.
.
este cd acompanha-me sempre.
.
e também acho que é daqueles que devia ser obrigatório no ensino básico (risos).
.
excelente a combinação escolhida!
.

Maria Pedro disse...

Gosto muito! Veio-me logo à cabeça "who loves the sun". Deve ser porque hoje está a chover outra vez por aqui... e eu preciso tanto de sol para trabalhar como de música.

Handprint disse...

Viva POP ART, LOU REED, ANDY W.