11 maio 2006

L'Inhumaine - Marcel L'Herbier, 1924



Marcel L'Herbier

25 comentários:

Coolme disse...

Nunca tive o prazer de ver mas ostei do que vi aqui.

Maria Pedro disse...

Agora é que eu não sei mesmo do que tás a falar...

Maria Pedro disse...

As imagens e as passagens entre imagens são fenomenais!!!

M.M. disse...

Fantástico...

Não, não desapareci, tive ontem ensaio de leitura da peça, que deverá estrear em princípios de Julho. Sabes quem vai ter direito a convite duplo, não sabes? ;-)

Daí o meu mais recente post. É que comecei mais uma peça, estou a meio de um trabalho exaustivo de Shakespeare, outro de Python, etc...
Estou a precisar de férias.

M.M. disse...

E daí tb a escolha musical do meu blog... :-)

Naked Lunch disse...

fantástica, a fotografia.

mm, tb quero!

Jazzie disse...

Esse tenho que ver.

Mendes Ferreira disse...

OBRIGADO......:)




ABRAÇO.

zazie disse...

ehehe

que coincidência... que coincidência...

";O)

[adoro mistérios por resolver]

zazie disse...

merdinhas: não consegues a versão colorida? a que tinha pinceladas de tint forte em cima do celulóide?

eu perdi-a

Mendes Ferreira disse...

exactamente!



bom sábado.


bjo.

holeart disse...

e pronto.

Mendes Ferreira disse...

bom dia bom dia bom dia....
está um sol fabuloso....!!!!!!!!!

:)


e é tudo :)

mentira....posso deixar um "kiss"?

deixei.

Klatuu o embuçado disse...

O teu blog, à cultura dedicado, não se interessa pela filosofia política? Por acaso faz parte da tua memória cultural «as Ardenas»... SS e outras tropas especiais, com uniformes americanos e ingleses, e a falar um inglês perfeito, a criaram o caos no avanço dos aliados, fornecendo falsas informações, etc... «As Ardenas» continuam... Não cessa de me espantar a ingenuidade dos bloggers de esquerda... que trocam grandes «conversas» com neo-nazis na internet... até os confundindo com kamaradas políticos!
Dedica lá um post a isto...

@ disse...

Bom dia!!!
a propósito de gosto:que dizer da obra da Cindy Sherman,do Leigh Bowery,dos Gilbert and George,ou de Goya,ou da Paula Rego,etc.,etc...

La Pasionaria disse...

Klatuu, és um maricas.

Em primeiro lugar, porque és.

Em segundo lugar, porque a (minha) esquerda não tem nenhum problema em ter longas conversas com nazis novos e velhos - sem nenhuma ingenuidade.
A minha esquerda, às vezes, até tem uns maricas a chamarem-lhe nazi, sempre que arranha as correcções políticas dos maricas. Mesmo dos que fazem caras de mau e assustam as meninas com G3 de fabrico nacional.

Em terceiro lugar, um carrasco é um merdas que cumpre a lei. Um braço do poder. Um funcionário. Um assassino é outra coisa: mais bela. E menos maricas.

Klatuu o embuçado disse...

La Pasionaria... não imagina como me congratula cada vez mais o meu contributo para aumentar o número de blogs na blogosfera nacional... blogs de um dia para comentários «anónimos»... mas não deixam de ser blogs? Há maricas na esquerda e nazis na esquerda? A sério? Não sei... não posso saber, sou monárquico... Mas já vi que percebe muito da «sua esquerda»... e quiçá de espingardas automáticas...

P. S. Adoro falar convosco... é sempre esclarecedor...

Jazzie disse...

A Passionaria voltou...num post sobre a desumana...

Quanto ao filme nunca vi, vou vê-lo logo que consiga.

Klatuu o embuçado disse...

Sabe... «os braços do poder»... são, em Democracia, os braços legítimos do Povo...
Não, assassino não sou... sou bastante mais nobre... não espanco negros, nem velhinhas, nem procedo a ameaças e chantagens, nem quero exterminar ninguém... como todo o cidadão, digno do sentido profundo que o termo tem num Estado Democrático, obedeço à Lei... e a Lei, neste País, é civil e dimana de governos legítima e democraticamente eleitos... pelo Povo.

Klatuu o embuçado disse...

P. S. Gosto muito de animais, principalmente de tigres e cães valentes... mas, de facto, entre as minhas amizades, não constam nazis... acho-os nojentos.

La Pasionaria disse...

Presunção e água benta:
"Klatuu: On Blogger Since April 2006"
"La Pasionaria: On Blogger Since October 2005".

Quanto a genealogias e origens estamos conversados.
Quanto a congratulações ("como me congratula cada vez mais o meu contributo para aumentar o número de blogs na blogosfera nacional... blogs de um dia para comentários «anónimos»... ") também.

"Como todo o cidadão, digno do sentido profundo que o termo tem num Estado Democrático, obedeço à Lei... e a Lei, neste País, é civil": isto que descreves é a República (o Reino Unido é, obviamente, uma República - onde a chefia do Estado é, lamentavelmente, hereditária). Nas Monarquias não há cidadãos, há súbditos.

"Há maricas na esquerda e nazis na esquerda? A sério?": é capaz de haver, há certamente. Mas é um comentário totalmente descabido, que só revela uma incapacidade de compreender o que se lê. Chama-se a isso "analfabetismo funcional". Ou seja: não tem nada a ver com o meu comentário. (Já agora: não é o contributo que te congratula, és tu que te congratulas por esse contributo...).

"Nem quero exterminar ninguém...": é comovente a confissão, mas já tinha percebido. A encenação torna-se do mais maricas que há.

"Gosto muito de animais, principalmente de tigres e cães valentes...": serás o Siegfireid , a quem tanta falta tem feito o Roy? Não respondas (não pá, não é uma proibição, é uma sugestão): não me interessa nada.

O Caso de Charles Dexter Ward disse...

Muito bom!

La Pasionaria disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
La Pasionaria disse...

Siegfried+Roy: SARMOTI

Klatuu o embuçado disse...

JAJAJAJA!!! adoro «intelectuais de esquerda» que defendem o nazismo! Fala-se do Hitler... e aí estão eles!

P. S. Não te esforces por me desafiares para um confronto de ideias...
P. P. S. As continuas referências homossexuais na «filosofia nazi» é trauma por os líderes alemães do nazismo serem quase todos paneleiros (além de morfinómanos, etc)... certo?

Tens um blog...? Invisível? Desde Outubro de 2005 na internet? A fazer o QUÊ???
Mostra lá o teu bloguito... não tenhas medo... sou só um paneleiro guedelhudo!