20 junho 2006

Selecção Nacional (10/23)


Susana Campos, "Paraísos Portáteis" # 07, 1999

18 comentários:

Anónimo disse...

Apareceu de repente quando vim espreitar. Deves andar aí.

Paraíso portátil azul e táctil.
Z.C

ps- Tenho dois nomes aqui, se os seleccionares...

O Caso de Charles Dexter Ward disse...

Então estas pesquisas pessoais não têm nada a ver com o que aprendeste na faculdade?
Acho que quem corre o risco de se transformar em Ward não sou eu...
;)

Vera disse...

entretanto, cheguei a uma obra dela intitulada "não_sinto_nada"...curioso nome, sobretudo se inserido num 'paraíso portátil'... os títulos parecem dobrar a imagem, 'diferência' dobrada. És de Belas Artes portanto? (a curisidade...)

Naked Lunch disse...

volume

Anónimo disse...

Paraísos portáteis. Posso levar?

Anónimo disse...

a pintura com a inscrição [não_sinto_nada] não é desta série, é de uma série intitulada «mms's», de 2004.

s.c.

Anónimo disse...

"Paraíso portátil" parece-me sedutor. E daria sempre jeito andar com um paraíso artificial atrás. Apesar de haver paraísos pouco recomendáveis. Mas sabe bem olhar para pintura-pintura.
EK

@ disse...

tb quero, se faz favor!

holeart disse...

escolhendo pintura...

quando arrancas com o tropa e com o feliciano eu pensei noutras coisas mas... és imprevisivel. é interessante. gosto mais nao saber o que sai.

o meu problema é que eu quase morri com o lapa. andei muito por ali e quase fiquei.

mesmo assim sendo acho que tens feito escolhas muito boas.

recebi o bendito. ainda nao vi porque o meu miolo... enfim.
depois eu conto.

coolme disse...

Uma janela mágica para espreitar uma selecção nacional imprevisível.

Viva a selecção! GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOlO. (não pude resistir!)

Vera disse...

(ainda) dos 'paraísos portáteis: trans-porto eu a obra'não_sinto_nada'para ali. não faz parte, mas poderia (?)
ainda assim, obrigada pela informação.

soniaq disse...

Retribuindo a visita.

Estou ainda a "olhar", depois digo mais.

sonia q

Jazzie disse...

Fiz um comentário no lugar errado... mais em baixo.
E repito a pergunta
Os paraísos portáteis são para todos ou andam perdidos para alguns?

Jazzie disse...

Chamei paraísos portáteis aos "Homens nús" que tens na selecção.

Jazz Manel disse...

não sei porquê mas essas cores fazem-me lembrar o Bilal!...

@ disse...

e eu a evitar os brioches...não me fosse falhar uma tecla..

corpo visível disse...

.
e vinha o azul.
.
e invadia.
.
o azul.
.

Anónimo disse...

com certeza, vera. uma das premissas da arte é ser aberta a leituras. os paraísos portáteis são uma série diferente, na designação; as designações são importantes, para mim, e gosto de títulos que abram (e fechem?) o campo hermenêutico. mas este decorre (também) das interpretações de quem vê e essas serão dissociadas das minhas.

s.c.