24 novembro 2006

Dziga Vertov



It is far from simple to show the truth, yet the truth is simple
Dziga Vertov, "Man with a Movie Camera" (1929)

E podem ver "Kino Eye" (1924) e "Three songs about Lenine" (1934 ) na Ubuweb

25 comentários:

Undercover disse...

Uma revolução na imagem em movimento!
Fundamental...

holeart disse...

cada vez gosto mais disto.

gosto mesmo

Anónimo disse...

Também eu gosto de vir aqui.
"Kino Eye" também é um bom nome para ti.
Z.C

Anónimo disse...

Aliás, o BigBrother da Endemol também é filho de Vertov.

BP

Anónimo disse...

fabuloso, genial vertov! fiquei com vontade de ver mais em écran gigante. surpreendente o "pop" destas imagens.

Anónimo disse...

Ando há imenso tempo para te perguntar se gostas de Cindy Sherman.

Anónimo disse...

Foi Vertov a constatar que o olho humano é capaz de registar um plano cinematografico de apenas dois ou três fotogramas...

Sem esquecer que quem faz a montagem é Elizaveta Svilova que era a sua mulher.
J.

Lis disse...

As coisas que eu aqui aprendo...obrigada!

LA disse...

Novidades sobre o Encontro de Blogues de Cinema e eleição dos Melhores Blogue de Cinema e de Cultura de 2006, em http://lauroantonioapresenta.blogspot.com/2006/11/blogues-de-cinema-o-melhor-de-2006.html. LA

Anónimo disse...

Do nascer ao pôr do sol com Vertov, nese filme.


Inês

Anónimo disse...

Eu queria dizer neSSe filme.


Inês

corpo visível disse...

.
aquando do porto capital da cultura, os cinematic orquestra fizeram um "remake" da banda sonora de "o homem da câmara de filmar".
.
muito bom.
.
o cd deve andar por aí à venda.
.

intruso disse...

Vórtice
Vertov...

genial(is)!

merdinhas disse...

Corpo V

"Every Day"


Cinematic Orchestra

intruso disse...

Every day
muito bom,
tinha razão o Corpo Visível...
(e o site deles está excelente)

[vou ali à fnac... e já venho...]

Bandida disse...

Sublime!!!!






adorei.








_________________________

linhas tortas disse...

Outros tempos

coolme disse...

Alto post. Grande Dziga.

Frioleiras disse...

Mt bom !!

Essencial !

purita disse...

e desviamo-nos para cinematic orchestra!!!
é bom o que fazes por aqui...

intruso disse...

(é difícil encontrar o EveryDay... mas consegui; não há nas Fnac de Lisboa... mas havia numa outra...)

:)

O Caso de Charles Dexter Ward disse...

Fantástico!
E agora já tenho mais uma coisa para cravar à CV. :)

Anónimo disse...

Cidades em movimento

abraço

Maria disse...

Não vale... Tentações demais por aqui. Vou-me obrigar a escrever duas horas antes de cada visita ao teu blog senão perco o ano!

. disse...

Our eyes see very little and very badly – so people dreamed up the microscope to let them see invisible phenomena; they invented the telescope…now they have perfected the cinecamera to penetrate more deeply into he visible world, to explore and record visual phenomena so that what is happening now, which will have to be taken account of in the future, is not forgotten.
Dziga Vertov